Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por Sílvia Pereira

A Escola de Mulheres leva à cena a derradeira peça de Bernardo Santareno, na última versão cénica assinada por Fernanda Lapa, a actriz e encenadora que fundou a companhia e foi desde sempre a sua directora artística.


Lapa morreu em Agosto de 2020. Marta Lapa e Ruy Malheiro deram continuidade ao projecto. A encenação tornou-se colectiva. A equipa, o espaço cénico e os figurinos ainda foram decisões dela. Com música de Janita Salomé, a peça remete para a luta de classes durante a Reforma Agrária no Alentejo, personificada por uma camponesa e uma latifundiária.

Se algum destes dados não estiver correcto, diga-nos.

Votos dos Leitores


Média da votação dos leitores, num total de 0 votos
(carregue na posição pretendida para votar)