Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Depois de ter trazido a Portugal "La Mélancolie des Dragons" em 2018, o encenador francês Philippe Quesne regressa com uma peça assente no conceito de ilha enquanto "local de inspiração de várias histórias e narrativas de exílio, o cenário de certas fantasias ou a moldura de utopias”. É numa que decorre toda a acção da peça, a partir do momento em que um avião se despenha, deixando um grupo de sobreviventes naquele lugar deserto e isolado.