Guialazer

Eu vou (2 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Ideologia, fundamentalismo, extremismo, radicalização, crise de valores, opções de vida (e morte). É nestes pontos que toca a peça escrita em 2012 pelo dramaturgo alemão Marius von Mayenburg, aqui levada à cena pela Companhia de Teatro de Almada, com encenação de Rodrigo Francisco. A reflexão centra-se num adolescente ocidental que progressivamente se radicaliza na direcção do fanatismo religioso.


Se algum destes dados não estiver correcto, diga-nos.

Votos dos Leitores


Média da votação dos leitores, num total de 0 votos
(carregue na posição pretendida para votar)