Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

O título serve para apontar, medir ou delimitar uma área em que se questiona precisamente os limites. Reais, imaginários, psicológicos ou convencionados, são trabalhados nesta performance inclusiva que procura envolver surdos e ouvintes (dos actores aos espectadores) "numa procura de uma linguagem comum onde o silêncio, as palavras e os gestos não são de ninguém". Montado pela CiM - Companhia de Dança e a Vo’Arte, o espectáculo foi co-criado por Ana Rita Barata e Bruno Rodrigues.