Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Dirigida a crianças, mas também a adultos, a peça de Catarina Gonçalves e Filipe Caldeira parte de um paradoxo: "o desejo de partilhar uma experiência sobre o vazio e o que ele pode conter". "Os 'performers' organizam o corpo para desaparecer, desobedecer e desaprender com a matéria", sugerem.