Guialazer

Eu vou (2 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Luísa Pinto leva à cena mais uma peça relacionada com o estudo do chamado "complexo de Medeia" – ou casos de filicídio. "O Deserto de Medeia" tem por base um texto escrito por Marta Freitas, desafiada pela encenadora, a partir de histórias reais e actuais de mães que matam os filhos. A interpretação está a cargo de Margarida Carvalho, João Melo e alunos da ACE Escola de Artes.