Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Uma criança desobediente recebe uma lição quando os objectos do seu quarto, que destruiu e maltratou, ganham vida. É este o enredo da ópera que Ravel compôs para um libreto de Colette. É levada à cena pelo São Carlos pela primeira vez em 30 anos. Esta versão inclui animação em vídeo, interacções com o público e algumas surpresas – promessa do encenador britânico James Bonas, que adapta ao palco lisboeta (e a um elenco português) a produção que dirigiu em 2016 para a Opéra de Lyon.


Se algum destes dados não estiver correcto, diga-nos.

Votos dos Leitores


Média da votação dos leitores, num total de 0 votos
(carregue na posição pretendida para votar)