Guialazer

Por PÚBLICO

Se na sua zona existe um moinho, é muito provável que, a 7 de Abril – e, em muitos casos, também nos dias seguintes –, ele esteja aberto a visitas gratuitas e algo mais. A data manda celebrar o Dia Nacional dos Moinhos.


A festa, promovida pela Rede Portuguesa de Moinhos e apoiada pela Sociedade Internacional de Molinologia, espalha-se por todo o país. Toda a família está convidada.

Se Boticas abre os moinhos da Ribeira do Fontão, do Cubo e da Ponte Pedrinha, Vagos põe a funcionar a Azenha da Ti Luísa para demonstrações. Na Mealhada, o moleiro Armindo Vieira Lopes põe a mó de Santa Cristina a girar e dá a provar pão acabado de fazer, a par de "workshops" e jogos tradicionais que decorrem ali e no Parque dos Moinhos do Lograssol. Na Amoreira, Óbidos, o Moinho dos Hipólitos junta visitas e oficinas a uma proposta de passeio e uma aula de ginástica. Na Azenha de Santa Cruz, Torres Vedras, mostram-se segredos da moagem. Em Cascais, a descoberta do Moinho de Armação Tipo Americano de Alcabideche vai da selecção de cereais à confecção de pão. No Seixal, o Moinho de Maré de Corroios promove visitas com música. Melodias andam também pelo Moinho de Vento da Longueira, em Odemira. Albufeira entra no ritmo com o recém-recuperado Moinho do Cerro do Malpique.

Consulte aqui a lista completa de moinhos que se associam à iniciativa e respectivos programas de animação.