Guialazer

Por Rita Pimenta

"Saudade" é um livro trilingue (português, inglês e espanhol) que reúne um conjunto de reflexões poéticas sobre o mundo que uma tia endereça ao seu sobrinho de três anos.


A versão original foi publicada em 2001, com o título "O Que É a Saudade, Querido José Maria?", pela Ulmeiro. A "criança" tem agora 18 anos.

No arranque, um poema de Cecília Meireles: "Três meninos na mata ouviram uma pombinha gemer./ 'Eu acho que ela está com fome', disse o primeiro, 'e não tem nada para comer'. // Três meninos na mata ouviram uma pombinha a carpir./ 'Eu acho que ela ficou presa', disse o segundo, 'e não sabe como fugir'. // Três meninos na mata ouviram uma pombinha gemer./ 'Eu acho que está com saudade', disse o terceiro, 'e com certeza vai morrer'."

Fica assim dado o mote para a autora, Gilda Nunes Barata, explicar nas suas próprias palavras como sente a saudade, o tema que escolheu para título do livro: "(…) Ela tem a força de uma tempestade, a abundância de uma cascata, a doçura de uma cantiga. Ela corre pelos campos como uma gazela perdida, ela esconde-se dos homens como uma avezinha em perigo de vida. Ela renasce em cada partícula, manifesta-se no teu sorriso. Acredita, querido José Maria! A saudade não é coisa antiga (velha lembrança numa arca guardada), não! Ela é uma esperança ressurgida!!!"

Muitos outros temas se seguirão, alguns a que muitos autores fogem quando se dirigem a crianças, como o medo ("um pavor fundamental") ou a morte ("a morte e a vida coincidem. Nenhuma morte é sozinha. Nenhum ermo é um lugar vazio. E o mar, por mais nervoso que se mostre, acalma as coisas agrestes e amacia. E a chuva traz a raiva que sentes perante a morte que se avizinha").

Mas também há assuntos pacíficos, como a música ("os rios sem nada para dizer, os anjos a se contorcer, os movimentos celestes a descrer, a vontade de amar, o susto a rebentar. A música é o maior segredo a tentar compreender outro amor, a tentar ver-se, ver-se pela primeira vez…") ou a ilusão ("uma nuvem passageira, um grito extasiado, um quadro antes de ser pintado").

Como se depreende pela complexidade verbal e conceptual das citações, a obra poderá ser lida por crianças quase a deixarem de o ser ou ter a mediação de um adulto, para que ajude o pequeno leitor a entender o que se quer transmitir.

A autora tem vários livros infanto-juvenis já publicados, alguns com o carimbo do Plano Nacional de Leitura. Diz-se no prefácio, e com razão, que "a infância é sempre uma inspiração e a fonte das maiores revelações. A nossa e a que a nos visita na alegria, nos jogos, na inocência e na sabedoria, das crianças que nos devolvem ao melhor de nós mesmos". Tudo para que "a poesia seja. E as coisas tenham graça". E têm mesmo.

Saudade
Texto e ilustração | Gilda Nunes Barata 
Prefácio | Paulo Borges 
Design | Mariana Pereira
Edição | Livraria Lello 
196 págs., 19,90€

________________

Mais Letras Pequenas... Cem Sementes Que Voaram

Veja também... Letra Pequena, um blogue (quase sempre) sobre livros para crianças e jovens.