Guialazer

Por PÚBLICO

Marvão dedica-se às castanhas, Lisboa põe em cena uma ópera folclórica e Braga conta a história d'"Os Guardas do Taj".


Tempo de castanhas
Cinco toneladas de castanhas, acompanhadas por dois mil litros de vinho região, são o prato forteda feira que decorre sábado e domingo. A Festa do Castanheiro e Feira da Castanha convida a quatro magustos tradicionais, mas também a apreciar outros sabores, promovidos por dezenas de produtores locais, bem como artesanato ao vivo, música, uma exposição temática e animação de rua. A propósito do certame, 15 restaurantes de Marvão servem, entre os dias 11 e 26 de Novembro, pratos típicos confeccionados com castanha. A entrada custa 1€, valor que reverte para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marvão.

Uma ópera folclórica
O "universo mestiço e multimédia" do compositor John Jota Leaños (assim o designa a nota de imprensa), nascido na comunidade mexicana dos EUA, chega a Portugal com esta ópera folclórica em quatro actos sobre os temas da morte e do silenciamento, perspectivados a partir de tradições mexicanas como o Dia dos Mortos e de uma certa uniformização cultural norte-americana. "Imperial Silence: Una Ópera Muerta" é apresentada no Teatro Maria Matos, em Lisboa, sábado às 21h30. Bilhetes de 7€ a 14€.

"Os Guardas do Taj"
Os actores brasileiros Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi dão vida à premiada peça do dramaturgo norte-americano Rajiv Joseph. É uma história tragicómica, baseada numa lenda ligada ao Taj Mahal, que põe em cena questões como a amizade, a beleza ou o poder. "Os Guardas do Taj" apresentam-se no Theatro Circo de Braga, sábado, às 21h30, e domingo, às 16h30. Bilhetes de 20€ a 25€.