Guialazer

Por Rita Pimenta

"Com o tempo… Um menino cresce. Um lápis diminui", começa por nos lembrar este livro, enquanto nos mostra um rapaz que já não cabe na página e um lápis vermelho minúsculo e muito vivido, de tantas vezes que foi afiado.


Seguir-se-ão outras observações sobre os efeitos da passagem do tempo. E tanto pode ser a cebola a ficar transparente na frigideira ao lume, como a fruta a apodrecer se não a comermos. 
 
Isabel Minhós Martins recorda-nos que "a pele, nas mãos, torna-se mais enrugada" e “alguns livros amarelecem". Madalena Matoso desenha umas mãos envelhecidas prestes a enfiar a linha no buraco da agulha. E compõe imagens de leitores, de fato de banho, estendidos em toalhas de praia, como se vê na capa.
 
Também se vão perdendo algumas coisas com o avançar do calendário, "pneus vão ficando carecas (algumas pessoas também)", e assistindo a alterações no mundo, "as montanhas talvez não mudem de lugar… mas há árvores que vão desaparecer".
 
Para as páginas finais, ficou uma espécie de moral da história. Na verdade, mais do que uma: "Com o tempo, quase tudo passa" e, "mesmo com o tempo, alguns amigos ficam".
 
Se as frases são sugestivas, as imagens são mais que expressivas e ultrapassam o que é dito. É quase sempre assim com o Planeta Tangerina. Já faz dez anos que começaram a fazer livros para nós. Bem aproveitado tempo. 
 
Com o Tempo
Texto | Isabel Minhós Martins
Ilustração | Madalena Matoso
Edição | Planeta Tangerina
48 págs. 
12,90€

____________________

 
Mais Letras Pequenas...
 
Veja também...
Letra Pequena, um blogue (quase sempre) sobre livros para crianças e jovens.