Guialazer


Eu Nunca na Vida Comerei Tomate
Autor e ilustrador: Lauren Child
Tradutor: Dora Isabel Batalim
Editor: Oficina do Livro
36 págs., 12,50 euros

Que se acuse quem sempre gostou de tomate (mas só vale se for mesmo desde criança). Não terão sido muitos os que se renderam logo às maravilhas daquele fruto (sim, não é um legume). Pois com a pequena e difícil Lola acontece o mesmo. Não só com o tomate, mas com as ervilhas, as cenouras, os feijões e até com os douradinhos e o esparguete (que quase todas as crianças gostam). Quem vai acabar por zelar pela alimentação da menina será o seu imaginativo irmão Charlie, convencendo-a de que "as cenouras são gomas de laranja vindas de Júpiter"; que as ervilhas são "rebuçados de clorofila que caem do céu" e que aquela enorme batata é uma "nuvem". Um verdadeiro pedagogo, que a fez comer alegremente uma refeição completa.

O Meu Atlas Larousse
Autor: Benoît Delalandre (com a colaboração do geógrafo Xavier Browaeys)
Ilustrador: Jérémy Clapin
Tradutor: Guilhermino Monteiro
Editor: Campo das Letras
56 págs, 16,80 euros

Destinado a crianças dos seis aos dez anos, este atlas tem um grafismo muito atraente e é simples na abordagem. Para cada continente há uma página desdobrável, com mapas cuja escala facilita a aprendizagem da localização geográfica dos países. A sequência das regiões é: Europa, o "continente das mil paisagens"; África, "a terra dos grandes animais selvagens"; América do Norte e América Central, "onde tudo é grande"; América do Sul, "a terra dos espaços infinitos"; Ásia, "o continente mais povoado"; Oceânia, "o continente oceano". No final há um mapa destacável, bom para colar na parede. Tem o tipo de informação que os miúdos adoram: o ponto mais alto do mundo; o mais profundo dos mares; a árvore mais velha; o maior mamífero, etc.

Tens Um Segredo?
Autor: Jennifer Moore-Mallinos
Ilustrador: Marta Fàbrega
Tradutor: Manuela Pessoa
Editor: Livros Horizonte
34 págs., 9 euros

Guardar um segredo pode ser divertido, sobretudo quando se planeia uma surpresa para alguém de quem se gosta. Já não é tão agradável quando o segredo torna infeliz quem o esconde. Integrado na colecção Vamos Conversar, é de segredos que este livro fala. Sugerindo às crianças que contem aos adultos em quem confiam os problemas que as atormentam, a assistente social que assina esta obra pretende que pais e educadores ensinem aos miúdos a diferença entre os "segredos bons" e os que "devem ser denunciados". Garantindo aos miúdos que, se os contarem, irão ver a sua vida melhorar. Outros títulos da mesma colecção: Quando os Meus Pais se Esqueceram de Ser Amigos, As Cores do Arco-íris e Eu Lembro-me.

Histórias para Contar em 1 Minuto e 1/2
Autor: Isabel Stilwell
Ilustrador: Marta Torrão
Editor: Verso da Kapa
144 págs., 14,99 euros

Uma série de contos curtos pensados para ser lidos pelo pai, mas que também podem ser ditos pela mãe. Explica a autora, jornalista, que o livro "é uma oportunidade de se rir com os seus filhos, de cortar com o politicamente correcto, de se juntarem os dois, os três ou os quatro para virar o mundo de pernas para o ar. Por um minuto e meio que seja". Por aqui há Histórias para Pesadelos Certos, Histórias para Não Contar à Mãe, Histórias para Sonhos Bons, Histórias para Dias Horríveis e Histórias para Dias Especiais. A primeira de todas é para os adultos, mas antes há ainda um divertido manual de instruções. Desconfia-se que os miúdos não ficarão satisfeitos com apenas uma história por dia. É melhor reservar-lhes, pelo menos, três minutos.

O Grande Livro de Actividades do Principezinho
Autor e ilustrador: Antoine de Saint-Exupéry
Tradutor: Filipe Guerra
Editor: Editorial Presença
64 págs., 12,50 euros

A partir da história de O Principezinho, de Antoine de Saint-Exupéry, convida-se o pequeno leitor para uma série de actividades: pintar, descobrir diferenças, colocar autocolantes nos planetas que a personagem visitou, construir um puzzle ou desenhar estrelas. Também é possível construir marionetas e máscaras ou até jogar dominó. Tudo inspirado num conto que foi escrito há 60 anos por um homem muito especial, que passou a vida a voar. Neste livro só se conta parte da história, mas há várias edições com o texto completo do encontro entre o piloto e o pequeno príncipe. Tudo aconteceu no deserto por causa de uma avaria num motor.

O Menino Escritor
Autor: Rosário Alçada Araújo
Ilustrador: Catarina França
Editor: Quidnovi
36 págs., 10,90 euros

João ganhou uma prenda especial. A sua Tia Lili, que o levava a passear e por tudo e por nada lhe ensinava lengalengas, ofereceu-lhe o Livro de Encantar, "forrado de azul e dourado, e salpicado de varinhas de condão de cores diversas". Cada vez que entrava na Terra dos Encantos (onde aconteciam todas as aventuras), o menino ficava com vontade de escrever as suas próprias histórias e então "inventava jogos com as letras e as palavras como se estivesse a fazer um puzzle". Só não conseguia ainda responder à pergunta que andava a pairar na sua cabeça: "Afinal de contas, para que servia ser escritor?" De novo, será a Tia Lili que o conduzirá à resposta.

O Cavalo da Noite
Autor: Urbano Tavares Rodrigues
Ilustrador: Raffaello Bergonse
Editor: D. Quixote
30 págs., 13,30 euros

Uma história contada na primeira pessoa sobre a amizade entre um miúdo e um cavalo, "tão preto que parecia azul". Todos lhe chamavam o Cavalo da Noite, excepto o pai do rapaz, que o baptizou com o nome Pégaso. Misteriosamente, o animal aparecera numa madrugada, depois de ter "corrido sem destino pelas planícies do Alentejo". Misteriosamente, também, haveria de desaparecer. Durante a permanência no monte em que o miúdo habitava, Pégaso iria acompanhá-lo na passagem da infância para a juventude. Uma narrativa delicada e comovente de Urbano Tavares Rodrigues.

Comer Bem É Divertido
Autor: Cofradia Vasca de Gastronomia e Ana Tellería
Ilustrador: Warner Bros. Entertainment Inc.
Editor: Dom Quixote
44 págs., 8,85 euros

Na semana em que dezenas de crianças desfilaram pelas ruas de Lisboa num alerta para os perigos da obesidade infantil, sugere-se um título que as ajudará a escolher os melhores alimentos. Com um prefácio da nutricionista Isabel do Carmo, Comer Bem É Divertido recorre "aos loucos Looney Tunes" para transmitir aos miúdos conceitos sobre "uma alimentação correcta, boas maneiras à mesa e hábitos de vida saudável". No final do livro, há algumas orientações simples para pais e educadores. Evitar que os miúdos bebam refrigerantes é uma delas. E bastante fácil de pôr em prática.

Dieta sem Castigo, o Melhor para o Meu Filho
Autor: Paula Veloso
Ilustrador: Sandra Reis
Editora: Porto Editora
80 págs., 19,90 euros

Outro livro para ajudar no combate à obesidade infantil, mas com um conjunto de receitas saborosas. Todas equilibradas, como se esperaria. Concebido a pensar nas crianças, Dieta sem Castigo destina-se aos adultos que têm a responsabilidade de as manter saudáveis. A obra começa por explicar "o que é e como se combate a obesidade infantil", sugerindo mesmo planos dietéticos para diferentes grupos etários (dos 2-3 anos até maiores de 19). Na segunda parte, além das receitas, há alternativas para quem não quer comer em restaurantes - capítulo intitulado "Refeições rápidas e portáteis". Sem castigo e sem gordura.

O Pássaro da Cabeça
Autor: Manuel António Pina
Ilustrador: Joana Quental
Editor: Edições Quasi
46 págs., 9,90 euros

Um livro com poemas de Manuel António Pina. Uns são mais sérios, outros mais divertidos, mas todos cheios do talento de quem sabe usar as palavras. As ilustrações de Joana Quental ajudam o pequeno leitor a parar e a interpretar. Fica aqui um pouco do texto que dá título ao livro: "Sou o pássaro que canta/ dentro da tua cabeça,/ que canta na tua garganta,/ que canta onde lhe apeteça. Sou o pássaro que voa dentro do teu coração e do de qualquer pessoa (mesmo as que julgas que não)."

Miffy e Melanie
Autor: Dick Bruna
Tradutor: Dora Batalim
Editor: Edições Asa
28 págs., 4,50 euros

A Miffy tem uma amiga noutro país, a Melanie, mas nunca a viu frente a frente. Há muito tempo que andam a escrever cartas uma à outra e finalmente vão poder encontrar-se de "verdade". Mais uma história, em rima, de uma coelhinha simpática que os miúdos conhecem bem. Aqui, o autor Dick Bruna faz o que já havia prometido quando esteve em Portugal: pôr a Miffy a conviver com amigos de várias cores. "À noite, ao tirar a roupa / a Miffy disse aos seus pais: /- Somos diferentes na cor, mas no resto somos iguais!"

As Caras da Mãe
Autor: Rita Ferro
Ilustrador: Luís Leal
Editor: Dom Quixote
36 págs., 13,30 euros

Descodificar as diferentes expressões do rosto da mãe é um dos primeiros exercícios das crianças. E é bom entendê-las desde cedo para evitar sarilhos! Na véspera do Dia do Mãe, sugere-se aqui um livro que descreve situações simples em que se mostra os humores por que passam filhos pequenos e grandes mães. "O bebé está constipado... e a mãe está preocupada"; "O bebé come tudo, tudo... e a mãe fica contente"; "A mãe fica zangada... quando o bebé estraga a casa", eis alguns exemplos que Rita Ferro escolheu para um livro "mais afectivo do que literário". Para ser lido, de preferência, ao colo da mãe.

A Menina-Girassol
Autor: Maria Almira Medina
Ilustrador: Francisco, Margarida e Mariana Mouzinho
Editor: Câmara Municipal de Sintra
20 págs., 3 euros

Uma menina colou-se à vidraça do seu quarto à espera do Sol. Vista da rua, a sua figura era tão engraçada - com o nariz e o queixo completamente achatados contra o vidro - que lhe chamaram a Menina-Girassol. "O cabelo eram as pétalas. O pescoço era o pé da flor. E estava virada a nascente." Um livro de contos escritos pela caricaturista Maria Almira Medina e ilustrados por três crianças, netas da autora. Sete histórias ternas e divertidas em que a protagonista é a menina que anda à procura do Sol. Para ser lido, de preferência, ao colo da avó.

Gira Gira e o Basquetebol
Autor: Mário Castrim
Ilustrador: Elsa Navarro
Editor: Campo das Letras
24 págs., 4,98 euros

Uma partida de basquetebol entre os alunos da Escolinha e os da Escola tem um resultado inesperado. Os mais baixinhos puderam contar com a ajuda da imparável girafa Gira Gira e registaram 140 no marcador, contra 60 dos adversários. Um livro de pequeno formato que conta com as apelativas ilustrações de Elsa Navarro e com o discurso divertido do saudoso Mário Castrim. É o sétimo título da colecção "Aventuras da Girafa Gira Gira".

A Pequena Sereia
Autor: Hans Christian Andersen
Tradutor: Isabel Ramalhete
Ilustrador: Lisbeth Zwerger
Editor: Ambar
48 págs., 13,65 euros

Uma história de amor conhecida por muitas gerações. O rei dos mares autorizava as filhas a nadar até à superfície. Numa dessas viagens, a pequena sereia apaixona-se por um humano que salvara de um naufrágio. Há tristeza neste conto de H.C. Andersen, mas também belas descrições literárias. As ilustrações de Lisbeth Zwerger conquistam facilmente o leitor. Dizem os especialistas que Andersen deve ser lido a partir dos 10 anos.

Mansão Assombrada /Bernardo, o Lobisomem
Autor: Paul Martin
Tradutor: Helena Sousa Pereira
Ilustrador: Manu Boisteau
Editor: Edições Asa
96 págs., 8 euros

Quem não gostou de monstros quando era pequeno levante o braço. Na Mansão Mortelenta, há vários, cada um mais repelente e assustador que o outro - daí o sucesso da colecção. "Se algum dia passares pela Horribilândia, aventura-te a explorar os arredores e não deixes de visitar na colina sobranceira ao velho burgo, a imponente Mansão da Mortelenta", escreve-se nas primeiras páginas, junto ao mapa da região. Neste volume, o lobisomem Bernardo, acusado de ter dizimado um rebanho de ovelhas, foi expulso da mansão e agora precisa da ajuda de uma aldeã para poder regressar. Um livro para quem adora sustos.

Grandes Rodas
Autor: Beck Ward
Ilustrador: Andy Crowson
Tradutor: Andrea Alves Silva
Editor: Gailivro
8 págs., 16,80 euros

Mostrar como funcionam os carros de bombeiros, os tractores ou os camiões pesados (veículos que sempre fascinaram os miúdos) é o que se propõe neste livro. Com compartimentos para espreitar, peças para mover e autocolantes reutilizáveis para decorar os "grandes rodas", adultos e crianças podem divertir-se com este volume da colecção Grandes Máquinas. Um outro título, "Grandes Asas", fala-nos de aviões. No meio das brincadeiras, também há palavras para ler - continuam a ser livros.

A Pulga Salta-Pocinhas
Autor: Margarida Damião Ferreira
Ilustrador: Teresa Lima
Editor: Editorial Presença
40 págs., 7,49 euros

Uma pulga transporta recados entre grãos de areia diferentes: os da Beira-Mar e os do Canto da Praia. Uns são secos e outros molhados. De vez em quando não se entendem e fazem chacota uns dos outros. Só a notícia de que uma maré negra se prepara para entrar praia dentro faz com que todos os grãos se unam para se proteger. Ao criarem uma barreira, juntos conseguiram salvar todo o areal, da beira-mar ao canto mais longínquo da praia. Um grande aplauso para as ilustrações de Teresa Lima.

O Casamento da Minha Mãe
Autor: Alice Vieira
Ilustração da capa: Evelina Oliveira
Editor: Caminho
144 págs., 8,40 euros

Imagine-se uma mãe que diz, convicta: "Não tenho vida para ter filhos." A filha desta mulher sabe que é indesejada, pois a mãe queria começar uma carreira de modelo quando ela nasceu. O aparecimento de Vera no seu "currículo" foi, portanto, uma maçada. Ainda recém-nascida, a miúda é entregue à Dona Elisa, casada com um primo afastado e muito pouco carinhosa com a pequena. Mas nem tudo é triste nesta história. Quando chega o momento de a modelo se casar (o Grande Dia), Vera conhece alguém que a ajuda a perceber que há um mundo para além do seu: "O mundo não é só esta casa, o mundo não é só este pátio com o seu terrível cheiro a fumo." E até consegue ganhar um beijo. A emoção contida de Alice Vieira está de volta.

O Senhor Ferdinand
Autor: Agnes Guldemont
Ilustrador: Carll Cneut
Editor: Edições Kual
32 págs., 13 euros

Se as ilustrações convidam a pegar neste livro, a história obriga a ficar com ele nas mãos. O leitor quer descobrir o que procura o Senhor Ferdinand, embora o próprio não saiba muito bem o que perdeu. "Será uma meia com estrelas vermelhas e amarelas?" "Será uma escova de dentes?". Só lendo a obra, que mereceu dois importantes prémios internacionais de ilustração, poderá ajudar o protagonista na pesquisa. Sugere-se na contracapa que se leia o livro "muito devagarinho. Tão devagarinho que tudo fica silencioso". Chiu!

Os Animais Fantásticos
Autor: José Jorge Letria
Ilustrador: André Letria
Editor Ambar
48 págs., 12 euros

Dezanove animais mágicos, do Basilisco ao Unicórnio, são retratados neste livro, que não esquece o mítico Centauro: "Estou cansado das metades em que me querem dividir. / Quem é homem e cavalo não tem patas a medir." Para a capa escolheu-se a Esfinge, de semblante misterioso, que "talvez um dia conte tudo aquilo que aconteceu".

Por Causa de Winn-Dixie
Autor: Kate DiCamillo
Ilustrador: Pedro Pires
Editor: Gailivro
160 págs., 11,80 euros

Como um animal pode mudar a vida de uma criança é o melhor resumo desta história, que recebeu 46 prémios literários norte-americanos. Diz a autora, residente nos Estados Unidos, que o livro é "um hino aos cães, à amizade e ao Sul". Contado na primeira pessoa, dá-nos a conhecer uma miúda que só arranja coragem de perguntar ao pai por onde anda a sua mãe depois de encontrar "Winn-Dixie", um cão com "um sorriso espectacular". Adaptado para cinema, "Por Causa de Winn-Dixie" tem estreia marcada para 18 de Fevereiro nos EUA.

A Ilha dos Narizes Azuis / Ploo e a Árvore dos Guizos
Texto e ilustração: Mick Inkpen Tradutor: Joana Fidalgo
Editor: Minutos de Leitura
32 págs., 11,90 euros

Na ilha em que todos os habitantes têm nariz azul, Ploo resolve ir à procura de sementes da árvore dos guizos. Consegue que uma se desenvolva à porta da sua casa e fica feliz só de imaginar os guizos a tocar "ao som da brisa suave que sopra da praia". Mas a árvore irá crescer demasiado, tapar as casas e provocar um barulho de enlouquecer. Ainda bem que há toupeiras na ilha. As ilustrações de Mick Inkpen sugerem um ambiente muito calmo e terno.

Não Posso Comer sem Limão
Autor: João Pedro Mésseder
Ilustrador: Evelina Oliveira
Editor: Campo das Letras
32 págs., 5,88 euros

Um conto tradicional português que, como muitos outros, parte de uma situação de extrema crueldade: um fidalgo enclausura a sua bela filha na torre do castelo e não a deixa conhecer o mundo. Mente-lhe, dizendo que só ele, a mãe e a ama existem nas redondezas. Mas a menina cresceu e descobriu o resto. Aliás, é sempre assim. Não se preocupe o leitor com as injustiças dos contos tradicionais, os miúdos resolvem-nas sempre melhor do que quem nasceu há mais tempo. As ilustrações no interior do livro são mais apelativas do que a da capa.

Os Macacos
Autor: Maria Teresa dos Santos Silva
Ilustrador: José Miguel Ribeiro
Editor: Ambar
28 págs., 6,30 euros

Mais uma narrativa popular portuguesa, mas esta é divertida. Contada em rima, a curta história leva-nos de viagem até África. Um comerciante pretende vender barretes vermelhos, mas dá-lhe a preguiça depois de atravessar o sertão. Ao resolver dormir uma soneca, não imagina o que os macacos em volta lhe irão aprontar. Adivinha-se um prejuízo razoável, mas é falso alarme. Para ler com um dicionário por perto, há palavras em desuso. Ilustrações muito expressivas.

A História da Terra - Geologia, Ecologia, Biologia
Autores: Yuri Castelfranchi e Nico Pitrelli
Ilustradores: Gian Paolo Faleschini e Leonardo Meschini
Tradutor e revisor científico: Luís Bravo Pereira
Editor: Porto Editora
124 págs., 16,20 euros

Aqui não se fala de maremotos nem se descodifica a palavra japonesa "tsunami". No entanto, explica-se a dinâmica tectónica, a que se chama "dança das placas", e cartografa-se a sua distribuição e sentido de deslocação no planeta. Fica-se também a saber como se formam as ilhas, as montanhas e os lagos. Perto do final do livro, há um subcapítulo denominado Nós e os Terramotos, que enumera os sismos mais fortes (sem ter um tom catastrófico). Pelas piores razões, há por agora muita vontade de se conhecer a Terra, e este título responde de forma sucinta e clara a esse desejo. De caminho, conte-se aos mais novos como uma menina que sabia Geografia conseguiu salvar algumas vidas no Sudeste asiático, em 26 de Dezembro de 2004.

O Grande Livro da Evolução
Autor: Stephen Webster
Tradutores: Célia Martins e Vasco Monteiro
Editor: Edições Asa
98 págs., 19,31 euros

Ao longo de seis capítulos, dá-se conta das inúmeras modificações sofridas pela Terra em 3,5 biliões de anos. Em "O Grande Livro da Evolução" fala-se quer dos contributos de Darwin para a compreensão do mundo, quer do aparecimento dos dinossauros, quer do desenvolvimento da terapia genética. A fechar, ainda se adivinha o futuro, desenhando-se alguns cenários, "desde a ameaça das extinções em massa até uma antevisão das novas espécies estranhas que poderão existir daqui a muitos milhões de anos".

O Meu Primeiro Larousse dos Porquês
Autores: Françoise de Guibert e Laure Cambournac
Ilustradores: Vários
Tradutor: Joana Caspurro
Editor: Campo das Letras
162 págs., 16 euros

Há uma altura em que os miúdos começam a fazer perguntas e mais perguntas. "Por que é que os dinossauros desapareceram?" "Por que é que as pessoas morrem?" "As centopeias têm mesmo cem patas?" Ou o adulto sabe responder e explica (mas é impossível dominar conhecimentos sobre tudo o que eles querem saber) ou ajuda a criança a encontrar respostas. Este livro (indicado para idades dos quatro aos sete anos) resolve mais de 300 questões sobre a Terra, o corpo humano, os animais e a vida com os outros. É só perguntar porquê.

O Mar
Autor: Cinzia Bonci
Ilustrador: Agostino Traini
Editor: Porto Editora
14 págs., 2,50 euros

Primeiro, parte-se à descoberta do mar e dos seus segredos. E fica-se a saber porque é que ele é salgado, como se formam as correntes, porque há maré alta e maré baixa, porque é que o mar não tem sempre a mesma cor... No final, há autocolantes para aplicar os conhecimentos e para colocar no Bilhete de Identidade do Mar. E há ainda um pequeno glossário que explica alguns conceitos que podem suscitar dúvidas. Fica-se assim a saber que farelhões são grandes rochedos escarpados e que portos são espaços de mar protegido, onde os barcos encontram abrigo. "O Vento", "O Dia e a Noite", "A Electricidade", "O Corpo Humano" e "A Roupa" são alguns dos outros títulos disponíveis na colecção Primeiras Descobertas.

O Novo Computador da Bruxa Mimi
Autor: Korky Paul
Tradutor: Gonçalo Terra
Ilustrador: Valerie Thomas
Editor: Gradiva
28 págs., 13 euros

Pode o computador novo da Mimi substituir o velho livro de feitiços? Convencida disso mesmo, vá de digitalizar todas as suas páginas. Depois de testar o desempenho da máquina no pobre gato Rogério, resolve deitar fora o poeirento manual, dando à varinha mágica o mesmo destino. O arrependimento da bruxa virá após o desastre da relação do Rogério com o "rato" do computador. Sempre divertidas, as histórias da Mimi valem muito pela singularidade das ilustrações.

A Invasão das Formigas Gulosas
Autor: Nicha Alvim
Ilustrador: Madalena Matoso
Editor: Temas e Debates
32 págs., 9,45 euros

Com doces e formigas se faz mais uma história da Bruxa Cornélia. Convencida de que ter muitos dentes podres torna as bruxas mais giras, Cornélia não se inibe de comer guloseimas lá no alto do guindaste onde vive. Só os inesperados ataques de formigas à sua despensa e a inutilidade de um papa-formigas com vertigens a fazem desistir. Muito alegre e colorido.

As Cores
Obra original: Editorial Libsa
Tradutor: Orlanda Genro
Editor: Plátano
10 págs., 9,45 euros

Ajudar os miúdos a reconhecer as cores é uma das tarefas a que os adultos se predispõem desde logo. Este pequeno livro facilita essa prática e enriquece-a com os mistérios que as páginas escondem. A cada pergunta corresponde uma janela. Ao abri-la, a criança encontrará a resposta. "As Formas", "Os Contrários", "As Palavras", "Os Animais" e "Os Números" são os restantes títulos da colecção.

A Família de Nazaré
Autor: Maria Teresa Maia Gonzalez
Editor: Difel
152 págs., 8 euros

Nazaré pertence a uma família numerosa que atravessa alguns problemas. É a mais velha de seis irmãos e sente-se responsável por todos, mas só tem 14 anos. Numa linguagem clara e verosímil para o grupo etário a que se destina (adolescentes), as obras de Maria Teresa Maia Gonzalez continuam a dar um retrato positivo dos jovens. Esse será decerto um dos motivos por que tem bastantes leitores. "A Família de Nazaré"é o 26º título da colecção Profissão Adolescente.

Dicionário Infantil dos Três Idiomas
Autor: Felicity Brooks
Ilustradores: Mike Olley e Bryan Voakes
Concepção artística: Mary Cartwrigth
Editor: Verbo
96 págs., 18 euros

Um dicionário em português, inglês e francês, em que cada vocábulo é acompanhado por uma ilustração ou fotografia e por uma breve definição. No caso da palavra "chão" (em inglês, "floor", e em francês, "sol"), explica-se: "O que fica sob os nossos pés quando andamos." Uma imagem com uma série de bonecos e jogos (com a legenda: "O chão do quarto está coberto de brinquedos") completa a informação. As palavras em português aparecem escritas a azul, em inglês a vermelho e em francês a verde. Aqui se ensina a consultar um dicionário, num registo de mais de mil palavras.

Os Artistas do Bairro do Aleixo
Coordenação: Paula Silva
Desenhos: Crianças do Bairro do Aleixo
Editora: Campo das Letras
36 págs., 10,50 euros

Resultado de um "atelier" de expressão junto das crianças de um bairro "problemático" do Porto, este livro contou com a participação dos escritores Eduarda Dionísio, Jacinto Lucas Pires, Pedro Eiras e Regina Guimarães. A partir dos desenhos dos pequenos artistas do Bairro do Aleixo, os autores criaram histórias. Para alguns miúdos, certos textos não serão de leitura fácil, mas será positivo explicar-lhes a forma como a obra foi concebida e qual o seu propósito: "Fazer entender a estas crianças que a realidade do bairro onde moram e de onde quase nunca saem não é única; mostrar-lhes que são portadores de uma realidade individual e que, expressando-a, em qualquer momento podem exercer a sua liberdade." Para leitores de todos os bairros.

Um Bebé na Família
Autor e ilustrador: Dick Bruna
Tradutor: Dora Isabel Batalim
Editor: Edições Asa
28 págs., 4,25 euros

A chegada de um novo elemento na família é um verdadeiro acontecimento. Para a famosa coelhinha Miffy, a notícia de que vai ter um irmão enche-a de vontade de lhe oferecer presentes: "Vou já fazer-lhe um desenho/ para quando ele nascer. / Vai ser a primeira prenda/ que o meu irmão vai ter!" O melhor de tudo foi pegar-lhe ao colo assim que nasceu. Dick Bruna, ao passar por Portugal em 2002, atribuiu o sucesso da sua personagem à simplicidade da forma e ao facto de olhar o leitor de frente.

O Bebé
Autor: Agnès Vandewiele
Tradutor: Maria Luís Silveira
Ilustrador: Anne Wilsdorf
Editor: Campo das Letras
40 págs., 7,35 euros

"O pai e a mãe estão felizes: a mãe está grávida, espera um bebé." Assim começa este volume de A Minha Pequena Enciclopédia Larousse, que explica aos mais novos o nascimento e os primeiros momentos dos bebés. Com ilustrações divertidas e textos bem-humorados, a criança ficará a saber que um bebé adora "estar ao colo" e "atirar os brinquedos para o chão". Também se dá exemplos do que ele não gosta: "barulhos fortes" e "gestos bruscos". Um livro simples e eficaz para quem vê a família aumentar.

O Aquário
Autor: João Pedro Mésseder
Ilustrador: Gémeo Luís
Editor: Deriva Editores
32 págs., 12,50 euros

Uma história sobre a diferença e a aceitação, mas debaixo de água. Peixes de cores e naturezas diversas terão de se habituar a partilhar o espaço, o tempo e a comidinha. Não é fácil, todos o sabem. Mesmo em terra seca, há que ter paciência e aprender a conhecer os outros. E não se trata apenas de sobrevivência. João Pedro Mésseder e Gémeo Luís formaram uma boa equipa para dar início à aposta da Deriva Editores no formato álbum ilustrado para o público infantil. Uma linha editorial que pretende privilegiar autores e ilustradores portugueses de qualidade.

Ynari - A Menina das Cinco Tranças
Autor: Ondjaki
Ilustrador: Danuta Wojciechowska
Editor: Editorial Caminho
44 págs., 10,5 euros

Cinco tranças em troca de cinco palavras para conseguir a paz. É esta a magia da pequena Ynari, que irá apagar de vez os conflitos entre as cinco aldeias que conhece. Africana, a criança gostaria que a palavra "explosão" só pudesse ser associada às estrelas e, felizmente, encontrou um amigo que transformava em barro todas as armas que encontrava. Um livro muito bem ilustrado por Danuta Wojciechowska (Prémio Nacional de Ilustração de 2003) e que se vem juntar às raras obras editadas em Portugal sobre países africanos destinadas a crianças e jovens.

Bolos e Sobremesas
Autor: Mercè Segarra
Ilustrador: Rosa M. Curto
Editor: Porto Editora
36 págs., 6,90 euros

"Bolos e Sobremesas" é o primeiro volume da colecção Ajudantes de Cozinha ("Festas", "Lanches e Petiscos" e "Massas e Pizas" são os outros títulos disponíveis), destinada a crianças a partir dos 5 anos. Espetadas de fruta com mel, bombons de fruta, batido de morango, iogurte com frutas silvestres e bolo de limão são algumas das iguarias que os miúdos podem aprender a cozinhar. Para que não restem dúvidas, há no final do livro um conjunto de acções (como espremer, separar, descascar, mexer...) e de objectos (pega e pano, coador, medidor...) devidamente ilustrados. Para os pais, que devem orientar os trabalhos, há ainda algumas recomendações sobre alimentação infantil.

O meu 1º dicionário
Concepção: Cindy Leaney
Editor: Porto Editora
128 págs. 19,90 euros.

Um livro que mostra como escrever as palavras e os seus significados. Com mais de 1300 entradas, cerca de 500 ilustrações, quebra-cabeças (actividades para brincar com as palavras) e curiosidades ("Sabias que..." a minhoca gigante vem da Austrália e mude 4 metros de comprimento? E que o corpo humano tem 620 músculos que são usados várias vezes ao longo do dia?). "O meu 1º dicionário" segue-se ao já publicado "O meu 1º atlas".

Montanhas de Verde - na Serra de Sintra
Autor: João Paulo Cotrim
Ilustrador: Alain Corbel
Editor: Junta Metropolitana de Lisboa
56 págs.

Ana parte mais uma vez à aventura e passeia perto do Cabo da Roca quando pensa em começar uma colecção de pedras. E é na companhia de uma pedra que vai aprender que a mata também sofre, conhecer as várias espécies de árvores que habitam a serra de Sintra e interrogar-se porque é que o Parque da Pena se chama assim. Será porque lamenta alguma coisa? "Montanhas de Verde - na serra de Sintra" é o terceiro volume editado pela Junta Metropolitana de Lisboa dedicado ao ambiente. O texto é mais uma vez de João Paulo Cotrim, as ilustrações de Alain Corbel (Prémio Nacional de Ilustração em 2002). O livro foi distribuído pelas escolas do 1º ciclo da Área Metropolitana de Lisboa e os interessados podem pedi-lo gratuitamente através do telefone (218428570) ou e-mail (pencarnacao@aml.pt).

Vamos à caça do urso
Autor: Michael Rosen
Ilustrador: Helen Oxenbury
Editor: Caminho
40 págs., 12,60 euros

"Vamos à caça do urso. Vamos caçar um dos grandes. Que belo dia! Não temos medo". Uma família de aventureiros destemidos, incluindo um bebé, parte à caça do urso e depois de atravessar erva alta e ondulante, um rio fundo e frio, lama grossa e pegajosa, uma floresta grande e escura e um nevão que gira e rodopia não é que encontra mesmo um nariz molhado e brilhante, duas grandes orelhas felpudas e dois grandes olhos arregalados? "Vamos à caça do urso", agora editado pela Caminho, foi distinguido em 1989 com o Smarties Prize. O seu autor, o britânico Michael Rosen, recebeu em 1997 o prémio Eleanor Farjeon por serviços à literatura para crianças.

A Bruxa Esbrenhuxa
Autor: Margarida Castel-Branco
Ilustrador: Carla Antunes
Editor: Verbo
24 págs., 8,99 euros

Uma bruxa, um rei e um gato vão ao cabeleireiro Ezequiel para fazer permanentes: a primeira aos cabelos, o segundo às barbas e o terceiro aos pêlos. Isso porque nessa noite havia uma festa em honra do Príncipe Lindo. O rapaz andava melancólico e desinteressado. Três princesas candidatas a conquistar o príncipe vão tentar impressioná-lo. Uma versão imaginativa e divertida do clássico Cinderela. Só lendo se pode ficar a saber o que significa "esbrenhuxa". Para crianças a partir dos três anos.

Adivinha Quanto Eu Gosto de Ti
Autor: Sam McBratney
Ilustrador: Anita Jeram
Editor: Caminho
34 págs., 12,60 euros

"Gosto de ti esta altura toda", diz a Pequena Lebre Castanha esticando-se muito. "E eu gosto de ti esta altura toda", responde a Grande Lebre Castanha esticando-se ainda mais. "Gosto de ti até à Lua", diz a Pequena Lebre Castanha. Até à lua é muito longe! Como se sairá desta a Grande Lebre Castanha? "Adivinha Quanto Eu Gosto de Ti" é uma história ternurenta que mostra que o amor nem sempre é uma coisa fácil de medir.

O Nascimento - Como se fazem os bebés?
Autor: Françoise Rastoin-Faugeron
Ilustrador: Benjamin Chaud
Editor: Porto Editora
30 págs., 5,10 euros

"Como é que se fazem os bebés?", pergunta a Sofia. "Os pais que se amam dão um abraço muito apertado... e já está", responde o Tiago. "O Nascimento - Como se fazem os bebés?" é um livrinho, devidamente ilustrado, que explica todas as questões relacionadas com a natalidade - como é que um bebé come, como é que ele respira, o que faz dentro da barriga da mãe... Para que ninguém fique a pensar que foi trazido por uma cegonha! "Os Perigos - Porque é que nos estão sempre a dizer para termos cuidado?" ou "A Higiene - Porque estamos sempre a lavar-nos?" são outros títulos da colecção Em Grande Forma. Indicados para crianças a partir dos 4 anos.

Zé Pimpão, o "Acelera"
Autor: José Jorge Letria
Ilustrador: André Letria
Editor: Terramar
58 págs., 12,50 euros

Um dos títulos da dupla Letria - pai e filho. Escrito em rima, este "Zé Pimpão" conta a história de um condutor "campeão". O livro alerta para os perigos da condução irresponsável e condena atitudes pouco civilizadas de alguns automobilistas. Há também lugar para o ridículo de certos apetrechos dos veículos e da forma como podem diminuir a atenção de quem viaja. Pode ser que ajude a que as próximas gerações sejam mais cuidadosas na estrada.

Atlas dos Animais
Autor: John Farndon
Editor: Texto Editora
Tradutor: Gonçalo Puga Ferreira
130 págs., 19,49 euros

Todas as crianças se interessam desde cedo por animais, seja pelos sons que emitem, pelas suas formas, pela associação às personagens dos primeiros livros que vêem ou por qualquer outro motivo. Com o "Atlas dos Animais", os miúdos podem explorar um pouco mais o conhecimento das várias espécies e dos respectivos "habitats". Organizado por grandes regiões geográficas, estão representados mais de um milhar de animais, a que se junta informação através de mapas, fotografias e ilustrações expressivas. Fica-se a saber o que é uma tupaia, um urubu-rei ou uma mamba-verde e como os animais sobrevivem por exemplo em territórios desérticos. Na mesma linha editorial, a Texto Editora já havia lançado o "Atlas do Mundo" e o "Atlas dos Povos do Mundo".

Brinco e Aprendo
Autor: Diana Gomes
Editor: Papa-Letras
16 págs., 3 euros

Um livro de actividades, jogos e passatempos para crianças a partir dos cinco anos. Detectar diferenças entre imagens, unir pontos e contar, relacionar objectos, pintar, descobrir intrusos no meio de séries de elementos e percorrer labirintos são algumas das propostas deste "#Brinco e Aprendo". A Papa-Letras inicia a colecção com quatro livros, todos com o mesmo objectivo: "Facilitar e consolidar aquisições básicas de modo divertido e educativo."

Centelha, a Abelha
Autor e ilustrador: Antoon Krings
Tradutor: Maria Teresa dos Santos Silva
Editor: Ambar
26 págs., 5,25 euros

Um anão rouba o mel à abelha Centelha e, de barriga cheia, instala-se na sua casa. Ao ser descoberto, e na precipitação da fuga, perde o chapéu, os sapatos e um sininho. Se alguém encontrar uma abelha parecida com um anão, não estará a sonhar. É a Centelha. Jogos de palavras, humor e fantasia fazem de "Centelha, a Abelha" um livro adequado a miúdos de quatro, cinco anos. Integrado na colecção Bichos, Bichinhos e Bicharocos, conta com ilustrações expressivas, que decerto ajudarão a desenvolver a sensibilidade para a arte e as cores.

O Bebé Que... Não Gostava de Televisão
Autor: Rui Zink
Ilustrador: Manuel João Ramos
Editor: D. Quixote
24 págs., 5,50 euros

Imagine-se um miúdo que não goste de ver o pequeno ecrã ligado lá em casa. Nos tempos que correm, há uma certa dificuldade em conceber tal atitude. Mas é exactamente isso que se passa no primeiro volume da colecção O Bebé Que..., assinada por Rui Zink e Manuel João Ramos. O espanto alastrou à vizinhança e os pais da criança acharam por bem levá-la ao médico. Afinal, o bebé gostava que a televisão estivesse apagada simplesmente porque assim reflectia a sua própria imagem, a da mãe e a do pai. "Programação" muito mais interessante - e importante - do que qualquer outra.

O Bem e o Mal
Autores: Brigitte Labbé e Michel Puech
Tradutores: Maria Laura Matos e José Maria Silva
Ilustrador: Jacques Azam
Editor: Terramar
37 págs., 6 euros

Todos os anos, a professora Gertrudes transforma os seus alunos, por um dia, em seres invisíveis. Depois, pede-lhes que descrevam o que escolheram fazer. "Madalena: Eu fui duas vezes ao cinema de graça; à saída, gamei uns bolos na pastelaria", "Guilherme: Não quero dizer o que fiz", "Armando: Eu diverti-me porque li todas as cartas que a namorada do meu irmão lhe mandou durante o Verão". Destes exemplos parte-se para a conclusão de que muitas vezes o que nos impede de fazer o mal é o facto de os outros nos verem fazê-lo. E problematiza-se com simplicidade a ideia de que o bem não é o mesmo para todos e o mal também não. "O Bem e o Mal" é o segundo volume da feliz colecção Filosofia para Crianças, indicada para leitores a partir de 8/9 anos.

Ler, Ouvir e Contar
Autor: António Torrado
Ilustradores: Zé Paulo e Victor Paiva
Editor: Campo das Letras
43 págs., 10,59 euros

As histórias tradicionais portuguesas continuam a resultar na conquista de leitores pequenotes. As rimas, os medos e os ambientes da floresta cativam de imediato as crianças. O facto de a velha conseguir enganar o lobo faz com que nunca mais se esqueçam de papaguear a famosa: "Não vi velha nem velhinha, não vi velha nem velhão. Corre, corre cabacinha. Corre, corre cabação." São cinco histórias contadas e recontadas por um autor há muito ligado à literatura para a infância.

Os Animais - Dicionário por Imagens dos Pequeninos
Autor: Emilie Beaumont
Ilustrações: Sylvie Michelet
Editor: Fleurus/Livros e Livros
26 págs., 6,49 euros

Os dicionários por imagens são uma boa ajuda para adultos e crianças se entreterem a descobrir o mundo. O que aqui se sugere é o dos animais, que sempre fascinam os miúdos. Sente-se com a criança ao colo e vá-lhe mostrando os "bonecos". Da vez seguinte que pegar no mesmo livro, ficará surpreendido com a memória do pequeno. Exercite-a.

O Meu Primeiro Livro de Jogos
Autor: Clare Beaton
Editor: Editorial Estampa
17,96 euros

Com o formato de um livro, oito tabuleiros de jogos coloridos com as respectivas fichas ajudarão a passar o tempo com os miúdos. Girando em torno dos animais e das suas características, as brincadeiras que os jogos sugerem vão para além do desafio propriamente dito. As ilustrações são apelativas e as casas que correspondem a penalizações são bem-humoradas. "O Meu Primeiro Livro de Jogos", aconselhado para crianças dos três aos sete anos, é divertido e formativo.

Abecedário
Autor e ilustrador: Ágatha Ruiz de la Prada
Editor: Everest Editora
48 págs., 14,50 euros

Um bom instrumento para enriquecer o vocabulário da criança e a familiarizar com as letras e os seus sons. Os coloridos livros de Ágatha Ruiz de la Prada funcionam também como um convite ao desenho. Os traços simples das figuras e as cores vivas estimulam a vontade de as reproduzir e pintar.

Fraquinhos e Paixonetas
Autor: Kimberly Kirberger
Editor: Temas e Debates
304 págs., 9,73 euros

Um livro para sossegar pré-adolescentes e adolescentes apaixonados. "É o teu livro de cabeceira ideal: afasta os medos para dormires descansada à noite quando estiveres a pensar em alguém especial", lê-se na contracapa de "Fraquinhos e Paixonetas". Formigueiros no estômago, amigos que se tornam algo mais..., amores não correspondidos, a dificuldade de acabar e de começar de novo são alguns dos assuntos tratados por Kimberly Kirberger, sempre respeitando os sentimentos dos jovens leitores e com um refinado sentido de humor.

O Pavão do Abre-e-Fecha
Autor: Ana Maria Machado
Ilustrador: Ivone Ralha
Editor: Everest
50 págs., 4,40 euros

Um pavão com tendência para alimentar complexos com a sua imagem está com dificuldades em preparar-se mentalmente para ir a uma festa. Com muito baixa auto-estima, a ave ora embirra com os pés ora com o rabo, ora se entristece porque perdeu uma pena - enfim, uma daquelas personagens irritantemente atreitas à depressão. Quem o irá salvar de tamanha e absurda insegurança é um casal de urubus, que, embora desajeitados, vivem alegremente e sem preocupações. Acabam até por elogiar os pés do pavão. Quem conta esta curiosa história é a brasileira Ana Maria Machado, que mereceu o Prémio Hans Christian Andersen em 2000 (o "Nobel" da literatura para a infância). Ivone Ralha, do sector gráfico do PÚBLICO, ilustra "O Pavão do Abre-e-Fecha" com a sua arte de inspiração africana. Duas profissionais que não têm motivos para padecer das inseguranças do pavão.

A Bicicleta da Miffy
Autor e ilustrador: Dick Bruna
Tradutor: Dora Isabel Batalim
Editor: Asa
28 págs., 4 euros

Os livros da coelhinha Miffy destinam-se preferencialmente a miúdos até aos três anos, mas são também apreciados por miúdos mais crescidos. A personagem criada por Dick Bruna, num estilo minimalista e com contornos simples, é facilmente reconhecida por todas as crianças. O próprio formato do livro e a sua dureza foram também pensados para mãos pequenas e trapalhonas. As cores, as rimas (parabéns à tradução para português) e o facto de a personagem olhar sempre de frente para o leitor captam com eficácia a atenção do pequeno leitor. Neste livro, a coelhinha imagina que já cresceu um pouco mais e já pode ir de bicicleta à casa da tia Carolina.

Sou Uma Adolescente!
Autor: Núria Roca
Tradução: Maria Almeida
Ilustrador: Meritxell Ribes
Editor: Editorial Presença
48 págs., 7,40 erros

Uma espécie de conselheiro e amigo é como se pode considerar o livro "Sou Uma Adolescente!". As transformações físicas e as dúvidas existenciais continuam a perturbar as raparigas ao atravessar a adolescência. Esta obra ajuda-as a entender o que se passa com o seu corpo e a controlar a sua hiper-sensibilidade. Perguntas como "por que é que os rapazes me parecem umas criaturas?" ou "o que são hormonas?" são respondidas com simplicidade e clareza, nunca ridicularizando as preocupações com borbulhas ou partes do corpo que parecem "inchar". Um bom apoio para uma conturbada fase do crescimento.

A Última Obra do Pintor
Autor: Bernardo Pinto de Almeida (inspirado na obra de Fernando Lanhas)
Editor: Quetzal
47 págs., 12,22 euros

Deodato era um garoto que gostava mais de observar plantas e pedras do que andar em correrias e tropelias. Tornou-se pintor. Mais tarde, viria a ser convidado para expor na sua terra de nascimento. Aceitou. A única condição era a de que ninguém assistisse à montagem da mostra até ao momento da inauguração. A surpresa e embaraço finais não serão aqui desvendados, mas valem a pena ser lidos. "A Última Obra do Pintor", inspirada na obra de Fernando Lanhas, é o quarto título da colecção Olhar um Conto, que reúne escritores e autores contemporâneos. Iniciada com "As Botas do Sargento" (texto de Vasco Graça Moura, inspirado na obra de Paula Rego), o quinto volume tem por título "A Menina Que Roubava Gargalhadas" e é um conto de Inês Pedrosa, a partir da obra de Júlio Pomar. Uma colecção de qualidade e que preenche uma lacuna temática na literatura para a infância e juventude - as artes plásticas.

O Capitão Cuecas e o Ataque das Sanitas Falantes
Autor e ilustrador: Dav Pilkey
Tradutor: Catarina Horta
Editor: Gradiva
138 págs., 7,21 euros

Depois de terem hipnotizado o director da escola e o terem transformado no herói Capitão Cuecas, George e Harold conseguiram desta vez estragar os projectos científicos dos colegas. Agora, a dupla imbatível nos disparates criou, na Escola Primária Jerome Horwitz, monstros ameaçadores. Tratam-se de sanitas falantes e a mais terrível é a Turbo Sanita 2000. Este é o segundo volume da saga escrita por Dav Pilkey; o terceiro tem o inacreditável título "Capitão Cuecas e a Invasão das Incrivelmente Diabólicas Senhoras Extraterrestres da Cantina (e o Subsequente Ataque dos Igualmente Diabólicos Cromos Mortos-Vivos da Cantina)". Muito divertidas estas histórias.

Cores
Autor: Luísa Ducla Soares
Ilustrador: Pedro Leitão
Editor: Terramar
30 págs., 6,40 euros

Para miúdos com dois, três anos, este livro ajuda a aprender as cores e a identificar objectos de tons semelhantes. Luísa Ducla Soares mantém a clareza e o ritmo da linguagem que se espera para que os mais novos se mantenham atentos. Autora e ilustrador não se esqueceram do branco, do preto e do cinzento, cores muitas vezes ignoradas neste tipo de livros. "Aqui está o branco/ do leite,/ da neve,/ da nuvem,/ da ovelha, amiga do Miguel" (...) "Aqui está o preto/ da noite,/ da estrada,/ da roda,/ do gato, amigo do Miguel" (...) "Aqui está o cinzento/ do cimento/ do elefante, do dia de chuva, do coelho, amigo do Miguel." No final, duas páginas convidam a criança a pintar vários elementos que já observara no interior do livro.

O Corpo Humano
Autor: Barbara Gallavotti
Tradutor: Ana Moniz
Ilustrador: Studio Inklink
Editor: Caminho
124 págs., 13,99 euros

Uma enciclopédia em pequenos volumes temáticos que auxilia as crianças nos trabalhos escolares, mas também pode ser usada para tirar dúvidas perante um programa de televisão ou uma qualquer conversa em família. Neste título, "O Corpo Humano, os Segredos da Nossa Vida", descrevem-se as funções dos principais órgãos e sistemas vitais e explica-se a forma como trabalham em conjunto. Outros volumes já publicados, como "Islão", "Ecologia", "História da Tecnologia", "A Mitologia Clássica", são igualmente interessantes e úteis.

O Balão do Kipper
Autor e ilustrador: Mick Inkpen
Editor: Ambar
16 págs., 12,07 euros

Quatro amigos imaginam uma viagem de balão. Viajam até ao pólo Norte, sobrevoam mares, visitam dinossauros e querem ir onde "cresce o chocolate, onde as pastilhas elásticas correm sem parar, onde as gomas inundam tudo e onde todos as podem apanhar!" Um livro a três dimensões e com som. A criança pode espreitar através de algumas ilustrações e ser surpreendida por novos elementos gráficos. Certos sons são activados quando se puxam umas pequenas palas assinaladas com setas. Um livro divertido e bem ilustrado.

Guia de Lisboa para os Mais Jovens
Autor: Maria João Manso
Ilustrador: Dieter Mettelsiefen
Editor: Nô Edições
76 págs., 10 euros

Para descobrir Lisboa de uma forma lúdica e activa, este guia da capital pode também ser utilizado com objectivos didácticos. Depois de dar a conhecer ao jovem cidadão a localização geográfica da cidade e algumas características da população residente (capítulo "Lisboa e o Mundo"), o livro desvenda temas como "Os corvos - símbolo de Lisboa", "Petiscar e descansar nas esplanadas", "Quem não viu Lisboa não viu coisa boa - monumentos" ou "Aventura activa e desporto". Pelo meio, o leitor é convidado a desenhar, a fazer palavras cruzadas recorrendo aos conhecimentos adquiridos, a escrever nomes de ruas divertidos ou a colar selos. No final, como se espera de um bom guia, encontram-se as moradas e os contactos de lugares a visitar. Registe-se a impressão de Filipe, com nove anos, um leitor-utilizador deste livro: "Foi com o guia que descobri que Lisboa era fixe."

Lua do Mar
Autor: Nuno Garcia Lopes
Ilustrador: Mafalda Milhões
Editor: O Contador de Histórias
28 págs., 11,55 euros

Uma miúda tem o estranho nome de Lua do Mar e não desiste de ir conhecer aquela que pensa ser sua irmã, a Lua do Céu. Por conseguinte, traça um plano, para o qual conta com a ajuda do seu amigo Gato Gatão. Encheram cem balões, agarraram-se a eles e subiram, subiram... Quando chegaram perto da Lua do Céu, a menina estranhou não existir lá ninguém: "É que a minha mãe costuma dizer que as pessoas andam na Lua." Depois, falaram de eclipses e do namoro com o Sol. Cheio de cor, "Lua do Mar" é um livro graficamente bastante apelativo.

Teodora e a Poção Secreta
Autor: Luísa Fortes da Cunha
Editor: Editorial Presença
109 págs., 7,49 euros

Aproxima-se um Encontro Anual de Fadas. Teodora, a fada portuguesa, terá de criar uma poção mágica feita de diferentes perfumes. Claro que nada disto será fácil, pois a malvada Pooka parece andar a manipular o colega de escola Artur. Todo o cuidado é pouco. Depois de "Teodora e o Segredo da Esfinge", Luísa Fortes da Cunha trouxe os mundos paralelos para território nacional. E conquistou rapidamente os miúdos.

A Casa das Bengalas
Autor: António Mota
Editor: Gailivro
161 págs., 9,45

Uma criança visita o avô num lar de idosos, a que chama "A Casa das Bengalas". Como muitos netos, o que aprendeu com o avô faz com que o admire e respeite mais que ninguém. Por isso, está sempre disposto a satisfazer-lhe todas as vontades e a lembrar-lhe que o adora. Os visitantes da Casa das Bengalas têm sempre muita pressa, mas os netos que lá vão conseguem parar e prestar a devida - e merecida - atenção a quem já é bastante mais crescido. Uma história enternecedora.

O Circo da Lua
Autor: André Gago
Ilustrador: Marina Palácio
Editor: Difel
48 págs., 7,50 euros

"Há muito, muito tempo, mesmo muito, mesmo antes do tempo em que os animais falavam, a terra e o céu estavam quase, quase a tocar um no outro", assim começa a história deste livro. Aqui se conta com sensibilidade como nasceram os trapezistas, os ilusionistas, os palhaços e todo o mundo magico que é o circo. Com este livro, André Gago recebeu o Prémio Revelação de Literatura para a Infância e Juventude relativo ao ano de 2000, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores / Instituto Português do Livro e das Bibliotecas. Um bom começo.

João e o Feijoeiro Mágico
Adaptação do conto original: Richard Walker
Ilustrador: Niamh Sharkey
Tradução: Manuela Pessoa e Leonor Bragança
Editor: Livros Horizonte
42 págs., 14,19 euros

Uma versão divertida e com excelentes ilustrações do clássico feijoeiro mágico. João, por norma preguiçoso, troca uma vaca por seis feijões, o que faz desesperar a sua mãe. Depois de os arremessar janela fora, muita magia aconteceu. Resultado, cresce um imenso feijoeiro. E, no final, um gigante malvado é disparado em direcção ao espaço: "Nunca mais ninguém o viu. E, tanto quanto sei, ainda lá deve estar."

O Bolinha e a Caça ao Tesouro
Autor e ilustrador: Eric Hill
Editor: Editorial Presença
21 págs., 9,17

Um livro interactivo em que se seguem pistas e se vão descobrindo objectos que o pai do Bolinha resolveu esconder no jardim. O jogo começa com um primeiro enigma: "Não tem boca, mas está sempre a dizer as horas." Seguem-se outros, que irão sendo desvendados pelo grupo de amigos do cachorro. Depois de encontrados os seis objectos e descoberto o tesouro, há uma surpresa para todos. Esta obra funciona bem como ponto de partida para os miúdos criarem o seu próprio jogo de pistas.

Uma Corrida de Vassouras
Autor: Nicha Alvim
Ilustrador: Madalena Matoso
Editor: Temas e Debates
32 págs., 9,45 euros

Uma bruxa vive num guindaste e tem por companheiros um gato preto e alguns morcegos. Mora em Lisboa e escolhe sempre o veículo mais apropriado a cada situação. Na sua colecção de vassouras, há uma que voa muito alto, outra muito depressa, outra que aguenta pouco peso e outra ainda que torna invisível quem a usa. A prima desta bruxa, também bruxa, prefere viajar num barco voador com a forma de crocodilo e com uma bóia mágica. Depois de várias malandrices e alguns sustos, as primas bruxas decidem não voltar a pregar partidas uma à outra. Fica a dúvida se realmente conseguirão. Uma história divertida. A autora de "Uma Corrida de Vassouras", Nicha Alvim, desenvolveu a sua ligação ao universo infantil pela experiência com crianças no Museu de Arte Antiga. A ilustradora, Madalena Matoso, gosta de contar histórias com desenhos e ilustra as revistas "Batatoon" e "Espanta-Pardais".

Histórias dos 4 Cantinhos
Autor: Pedro Prostes da Fonseca
Ilustrador: Alberto Quintas
Editor: Paulinas Editorial
72 págs., 9,5 euros

Devolver estrelas ao céu é a tarefa do João, um garoto que passa férias na praia. Pensava serem estrelas do mar, mas não. Tinham caído e queriam regressar a casa. Este é um pequeno resumo de uma das quatro histórias que Pedro Prostes da Fonseca nos conta com imaginação, ritmo e sensibilidade. Os animais e as crianças são os protagonistas de quatro episódios cujo pano de fundo é o respeito por todas as formas de vida. Uma boa ideia.

365 Histórias - Tradições Populares Portuguesas
Autor: José Viale Moutinho
Ilustrador: João Caetano
Editor: Edições ASA
380 págs., 12,50 euros

Para cada dia do ano, José Viale Moutinho propõe um texto e nós também. Pode ser uma lenda, um provérbio, uma oração, um conto, uma lengalenga, uma cantiga, uma adivinha ou "o mais que aparecer". O autor explica como chegou aqui: "Era uma vez uma ideia que eu cá tinha para vos dar o gosto pelas tradições populares portuguesas. Abri os meus livros mais antigos e os meu baús empoeirados e procurei o que mais vos poderia interessar." O resultado é uma colectânea de textos tradicionais portugueses muito bem acompanhados pelas ilustrações de João Caetano. O texto para o primeiro dia do ano começa assim: "A água de Janeiro vale dinheiro. Bons dias em Janeiro enganam o homem em Fevereiro. Janeiro frio ou temperado passa-o enroupado."

Gente Gira
Autor: Luísa Ducla Soares
Ilustrador: Pedro Leitão
Editor: Livros Horizonte
28 pág., 9,42 euros

Uma menina que nasceu verde ("Seria de eu comer muito caldo verde?", perguntava a mãe. "Seria de eu beber muito vinho verde?", perguntava o pai), um homem com barbas muito longas ("Avôzinho, deixa-me saltar à corda com as suas barbas?") e um senhor com pouca sorte (que comprou uma galinha para fazer umas omeletes com ovos frescos mas a galinha só ponha ovos de ouro...) são as personagens das três histórias deste "Gente Gira". Um livro divertido de Luísa Ducla Soares, ilustrado por Pedro Leitão.

A História da Música - Sons, instrumentos, protagonistas
Autor: Stefano Catucci
Tradutor: Maria Arminda Teixeira
Editor: Porto Editora
124 págs., 15 euros

Um livro que reconstitui de forma sintetizada o percurso histórico da música. Abordando-a como linguagem, instrumento de comunicação e arte, "A História da Música - Sons, instrumentos, protagonistas" ajudará a preencher as lacunas curriculares das crianças neste âmbito. Para além dos aspectos técnicos dos diferentes sons e seus modos de reprodução, estão retratadas diversas tradições musicais do Oriente e do Ocidente. Numa edição que contou com a colaboração da Orquestra Nacional do Porto, aqui se dá a conhecer os compositores e músicos mais conceituados e as obras mais célebres.

Um Mistério no Labirinto
Autor: Italo Calvino
Ilustrador: Paz Rodero
Tradutor: José Colaço Barreiros
Editor: Editorial Teorema
74 págs., 9,99 euros

O Rei Clodoveu dirige-se, à frente do seu exército, para a capital do reino, Arvoreburgo. Um bosque espesso e tenebroso, de que ninguém tinha memória de ali existir, dificulta-lhe o percurso e quase o impede de regressar a casa. Uma narrativa enternecedora, acompanhada de expressivas ilustrações a preto e branco. Num final feliz, o labirinto será transposto e a floresta e a cidade ficarão livres do encantamento que as aprisiona.

O Menino Eterno
Autor: José Jorge Letria
Ilustrador: Danuta Wojciechowska
Editor: Ambar
38 págs., 10,50 euros

Numa espécie de celebração da infância, "O Menino Eterno" conta a história de Pi Wang, um velho camponês que acreditava que as crianças têm nos olhos "toda a sabedoria do mundo". Pi Wang tem um segredo bem guardado no cimo da montanha deserta. Com um falcão por companhia, prepara durante longos dias uma mistura de ervas e sementes. Enquanto as dilui num cadinho de jade, vai proferindo as palavras mágicas que um peregrino lhe ensinou. Ingere o preparado e torna-se de novo - e para sempre - menino. Só então desce a montanha. Escrita e ilustrada com sensibilidade e qualidade, a história de "O Menino Eterno" fica na memória como uma lenda.

Uma Noiva Bela, Belíssima...
Autor: Beatrice Masini
Ilustrador: Anna Laura Cantone
Editor: Livros Horizonte
28 págs., 14,19 euros

Apesar da discutível apologia do casamento em moldes tradicionais, este livro é muito divertido. Afastem-se portanto os preconceitos e veja-se a obra - sobretudo a originalidade das ilustrações. Costurar vestidos de noiva era a actividade preferida de Filomena. Talentosa para criar novos modelos, nunca lhe faltavam clientes apaixonadas. Enquanto cosia, imaginava como seria fazer o seu próprio vestido de casamento. Chegado o momento por que tanto suspirou, Filomena exagera na ostentação. E o noivo foge. Mas a costureira consegue apanhá-lo. Não se sabe se viveram felizes para sempre, mas por algum tempo tudo deve ter corrido bem.

Os Três Tenores no Pólo Sul
Autor: Elke Heidenreich (versão portuguesa de Rosa Lobato de Faria)
Ilustrador: Quint Buchholz
Editor: Edições ASA
61 págs., 15 euros

Milhares de pinguins preparam-se para assistir e escutar "La Traviata", de Verdi. Ao pólo Sul chegou o navio-ópera de Viena, e a agitação é incontrolável: "Só ficou mesmo em casa quem tem ovos para chocar, bebés para cuidar, pois nunca se abandonam os mais novos." Todos querem ouvir Plácido Domingo, Luciano Pavarotti e José Carreras: "É uma multidão de pinguins em fila a preto e branco, sem ter fim. / Vão solenes e hirtos como estacas e estão justificadas as casacas." Um livro com bonitas imagens e texto cuidado.

A Lenda dos Gnomos
Autor: Fernando Martínez
Ilustrador: José Luis Tellería
Tradutora: Isabel Haber
Editor: Editorial Estampa
46 págs., 5,90 euros

O gnomo Gluck não conseguia transformar-se num cogumelo, o que muito o entristecia. Enquanto não provasse ter capacidade para dominar as artes antigas, não poderia ser considerado "crescido". Mas uma amiga - humana - vai ajudá-lo. Na mesma colecção, estão editados "A Herança dos Elfos", "A Magia dos Duendes" e "Maravilhas das Fadas". São as típicas histórias de encantar.

A Noite em Que a Noite não Chegou
Autor: José Fanha
Ilustrador: João Fanha
Editor: Campo das Letras
34 págs., 9,95 euros

A noite cansou-se de estar acordada quando todos dormiam e resolveu não sair. "Assim, sem querer saber de mais nada, a noite deixou-se ficar na cama toda satisfeita, com uma chávena de chá numa mão e um livro de histórias na outra." Esta é a primeira de oito histórias que alternam com sete poemas, umas e outros escritos com sensibilidade e humor.

O Submarino Veloz
Autor: Gaby Goldsack
Ilustrador: Anna Marsh
Editor: Porto Editora
10 págs., 2,90 euros

Um submarino mergulha nas profundezas do oceano. A bordo leva um miúdo corajoso que consegue fugir de um tubarão barulhento. É um livre simples, colorido e destina-se a crianças entre os três e os cinco anos. Por isso é pequeno, para melhor se adaptar às mãos dos mais novos, e resistente, para "sobreviver" aos mais desajeitados. Da mesma colecção fazem parte "O Autocarro Mágico", "O Reboque Amigo" e a "Nave Espacial".

A Guerra
Autor e ilustrador: Anaïs Vaugelade
Tradutora: Maria Teresa dos Santos Silva
Editor: Ambar
34 págs., 9,98 euros

O reino dos Azuis vivia em guerra com o reino dos Vermelhos. "Havia guerra há tanto tempo que já ninguém se lembrava da razão por que ela tinha começado." O filho do rei dos Vermelhos resolve então desafiar o filho do rei dos Azuis. "Bater-nos-emos em duelo e aquele que ganhar o combate ganhará ao mesmo tempo a guerra." Um deles morrerá antes mesmo de qualquer confronto. O outro convence os dois reis de que uma ofensiva dos Amarelos está iminente. Enquanto esperam pelo ataque - que nunca chegará -, Azuis e Vermelhos começam a habituar-se a viver em comunidade. E em paz. Este livro mereceu o prémio UNESCO 2001 de Literatura Infantil pela Tolerância e pela Paz. Escreve a UNESCO que "as crianças vão perceber o absurdo da guerra e o valor da paz". Espera-se que alguns adultos também.

Amarguinha
Autor: Tiago Rebelo
Ilustrador: Danuta Wojciechowska
Editor: Editorial Presença
64 págs., 7,49 euros

É raro uma criança não gostar de doces, mas a deste livro faz caretas sempre que alguém lhe apresenta uma guloseima, por isso lhe chamam Amarguinha. Mas o assunto central desta história não tem que ver com chocolates, mas com a amizade entre Amarguinha e Martinho. Os pequenos vão pôr à prova a sua relação porque foram obrigados a mudar de casa e a viver longe um do outro. Uma história que lembra como os outros são importantes. Sempre.

Espantalho Enamorado
Autor: Guido Visconti
Ilustrador: Giovanna Osellame
Tradutora: Manuela Pessoa
Editor: Livros Horizonte
28 págs., 14,19 euros

O "Espantalho Enamorado" conta a história de Gustavo, um espantalho com muitos amigos (sobretudo passarinhos, precisamente aqueles que ele deve espantar) e um amor que mora no topo da colina, uma menina-espantalho chamada Amélia. Mas conseguirá Gustavo lá chegar um dia? O "Espantalho Enamorado" é um livro bonito e, claro, com um final feliz.

O Gastão Não Tem Coragem de Jogar Futebol
Editor: Porto Editora
Colecção: Os Outros e Eu
16 págs., 4,5 euros

Durante o recreio escolar, há sempre uma ou outra criança solitária. Por timidez, Gastão, um coelhinho branco, é um dos que não têm coragem de se aproximar dos outros e assim fazer amigos, o que muito o entristece. Para maiores de três anos, este livro integra-se numa colecção que pretende ajudar os miúdos a ultrapassar situações de comportamento e relacionamento que os preocupem. "O Tomás Já Não Cabe nos Calções" é o segundo título da colecção "Os Outros e Eu".

PÚBLICO