Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

O festival acumula já 16 edições dedicadas à arte do pastoreio, para celebrar e revitalizar a tradição das viagens sazonais em busca das melhores pastagens. Dos antigos trilhos ao som do instrumento que dá nome ao evento, passando por oficinas, conversas, contos pastoris, produtos típicos e paisagens, o convite é para se juntar ao rebanho e viver a experiência completa (com queijo, vinho, migas e rancho incluídos).


A degustação do passado conta, este ano, com a região da vizinha Estremadura (Espanha). O ponto alto da festa está marcado para domingo: um percurso pedestre ao longo de nove quilómetros, convida a acompanhar um rebanho e ser pastor por um dia (ou, pelo menos, por três horas).