Guialazer

    85.ª Feira do Livro de Lisboa

    • Ana Banha (Arquivo)
    • Adriano Miranda
    • Adriano Miranda
    • Luís Pó (Arquivo)
    • Luís Pó (Arquivo)
    • Miguel Manso
    • Joana Freitas (Arquivo)
    • Miguel Manso
    • João Gaspar (Arquivo)
    • João Gaspar (Arquivo)
    • João Gaspar (Arquivo)
    • João Gaspar (Arquivo)
    • Joana Freitas (Arquivo)
    • Joana Freitas (Arquivo)
    • João Gaspar (Arquivo)
    • Daniel Rocha
    • Miguel Manso
    • Luís Ramos (Arquivo)
    • Joana Freitas (Arquivo)
    • Miguel Manso
    • Joana Freitas (Arquivo)

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por Seomara Pereira (Texto editado por Isabel Coutinho)

Conferências com convidados internacionais, "show cooking" e novas actividades dedicadas às crianças são algumas das novidades da 85.ª edição da Feira do Livro de Lisboa.


Este ano, a feira promove a iniciativa "Noites Happy Readers: Acampar com Histórias" (para a qual já terminaram as inscrições), dedicada aos mais pequenos, dos 8 aos 12 anos. Esta actividade, que se repete em seis noites – 19 e 30 de Maio, 5, 6, 12 e 13 de Junho – permite que 120 crianças façam uma visita guiada pela feira entre muitos livros e actividades, jantem e acampem durante a noite na Estufa Fria de Lisboa.

Estão também previstos mais locais de restauração e o novo espaço "show cooking" – com um auditório localizado à entrada da feira junto ao Marquês de Pombal, com "uma cozinha equipada" – permite que ali decorram apresentações de livros de gastronomia e culinária. 

Logo após a cerimóna de inauguração da 85.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, inicia-se o primeiro de três ciclos de conferências às quintas-feiras, com convidados internacionais, dedicadas ao debate de temas ligados à indústria europeia do livro. A primeira conferência é sobre os direitos de autor/pirataria e conta com a presença do presidente da Federação Europeia de Editores, Pierre Dutilleul, no dia 28 de Maio. A segunda é dedicada à Lei do Preço Fixo e tem a participação de Kyra Dreher, co-presidente da Federação Europeia e Internacional de Livreiros (4 de Junho). Por fim, Richard Charkin, presidente da Associação Internacional de Editores, está na feira no dia 11 de Junho a discutir os constrangimentos internacionais aos direitos de autor e à luta contra a pirataria.

Durante os 18 dias da feira decorre ainda o I Encontro Literário "Nós e os livros", e a Fundação Francisco Manuel dos Santos promove um ciclo de onze debates sobre a economia portuguesa, o parlamento e o ensino, entre outros temas.

Esta edição da Feira do Livro de Lisboa conta com um total de 271 pavilhões (mais 21 do que em 2014) e também com um número recorde de participantes: são 123 os inscritos nesta feira do livro (mais 23).