Guialazer

Eu vou (16 Pessoas vão a este evento)

A Feira Medieval de Coimbra, que prima pelo rigor na reconstituição, realiza-se dia 14 de Junho no Largo da Sé Velha. O programa da feira, compreende a animação musical, teatral e circense, entre outras vertentes, deste espaço da cidade, prometendo "um regresso ao passado" até à Coimbra medieval.


Organizada pela Delegação de Coimbra do Inatel, Turismo de Coimbra, EM e Associação para o Desenvolvimento e Defesa da Alta de Coimbra (ADDAC), esta é a feira medieval que há mais tempo é reconstituída, de forma regular, em Portugal.

Quem aceder ao Largo da Sé Velha, no dia 14, vai deparar-se com um cenário tipicamente medieval. Após a bênção e a leitura da Carta da Feira, com toque de trombetas, e até ao final do dia, a animação cultural do recinto é constante.

Tendas do barbeiro, do tabelião das notas, do ferrador, do ourives, das velas ou das vassouras de painço vão estar abertas na feira, enquanto figuras como o almocreve, o bobo ou o mendigo Basilius vão deambular pelo Largo da Sé Velha.

Na animação estão também envolvidos grupos de fantoches, saltimbancos e malabaristas, prestidigitadores e magia medieval, música medieval, bailarinas de dança do ventre, acrobacias e malabarismos de fogo.

No evento, elementos de 14 grupos de teatro com as suas tendas e trajados à época vão comercializar produtos como peixe fresco e seco, mel, hortícolas, aves, queijo, azeitonas, carne de porco, frutos secos, carne de porco, ovos, pão, utensílios de madeira e artesanato.

Não faltarão os artesãos como a esteireira, o latoeiro, a tecedeira e o cesteiro, ou figuras como o encantador de serpentes. Os grupos profissionais Viv'Arte, Animamundi, Scalabitanus e Tutiscatraputis são alguns dos que participam na Feira Medieval.

O programa prevê uma conferência, a 13 de Junho, sobre "Isabel de Aragão - Rainha, Santa e Empreendora", por Paulino Mota Tavares, e outra, no dia seguinte, acerca das "Lendas da Sé Velha", a cargo de José Carlos Seabra Pereira.

PUBLICO.PT