Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Com curadoria de Paulo Vinhas, a exposição lança um olhar sobre "cinco décadas de inquietação musical no Porto", como indica o subtítulo. As noções de ruptura, divergência e experimentação comandam a selecção de documentos expostos, situados entre 1960 e 2010, "desde a música erudita à de contestação, até à música experimental e às músicas electrónicas, explica a nota de imprensa.