Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Podem ser vistas mais de cem obras em desenho e pintura, algumas inéditas, daquela que é uma das mais internacionais artistas portuguesas. Todas se baseiam no universo dos contos, que tem sido constante fonte de inspiração e interesse para a pintora.


Como é recorrente na sua obra, não há lugar para candura nem bons costumes, mas para violência, medo e transgressão. "Nesse seu contar pela pintura assistimos sempre a um processo de questionamento, mas também de revelação crua e, muitas vezes, brutal da natureza humana", sublinha a nota de imprensa da exposição, com curadoria de Catarina Alfaro e Leonor de Oliveira.