Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Exposição documental que remete para os tempos de exílio de Augusto Boal (entre 1971 e 1986), o ensaísta e dramaturgo brasileiro que criou o Teatro do Oprimido. A uma selecção de 40 cartas juntam-se fotografias, documentação oficial, livros e vídeos com depoimentos de vultos como Chico Buarque ou Fernanda Montenegro (com quem trocou alguma da correspondência mostrada).