Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

Mário-Henrique Leiria, poeta, escritor, pintor e crítico de arte associado ao surrealismo português, foi também um ávido coleccionador. Reuniu cartazes, catálogos de exposições, manifestos, livros, jornais e revistas, entre muitos outros itens que representam a época, o movimento e os artistas com que trabalhou. Desse espólio, adquirido em 1980 por Manuel de Brito, nasce esta exposição.