Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por Sílvia Pereira

Milhares de gestos... e nenhum repetido ao longo de toda uma coreografia. É esta a proposta de "10000 Gestes".


Estreado em Berlim, em 2017, tem a marca de um coreógrafo francês que, entre outras aventuras, já pôs bailarinos a mastigar folhas de papel (no espectáculo "Manger", de 2014). Tudo em nome de uma predilecção por manobras arriscadas e, em particular, pela ideia de subjugar o movimento a aspectos formais. Falamos de Boris Charmatz, que em "10000 Gestes" quis "levar o efémero ao extremo" para compor "uma ode à impermanência da arte da dança".