Guialazer

Eu vou (4 Pessoas vão a este evento)

Por PÚBLICO

O coreógrafo grego Dimitris Papaioannou, que trabalha também em teatro e artes visuais, regressa a Portugal com um espectáculo para dez "performers" que "parte da noção de que a vida humana pode ser encarada como viagem de descoberta, a exploração de um tesouro escondido, uma arqueologia interior em busca de um sentido".