Guialazer

Eu vou (5 Pessoas vão a este evento)

"A Gaivota", de Tchékhov, é o ponto de partida para a criação de Victor Hugo Pontes. "As premissas são respeitar o texto, mas não o dizer; pesquisar como os bailarinos ou intérpretes o podem dizer com o corpo; o que o resultado pode significar", diz o coreógrafo. "'A Gaivota' é uma história de amor e desamor, e tem a dimensão do espectáculo dentro do espectáculo que me agrada muito."


Se algum destes dados não estiver correcto, diga-nos.

Votos dos Leitores


Média da votação dos leitores, num total de 1 votos
(carregue na posição pretendida para votar)