Guialazer

Eu vou (2 Pessoas vão a este evento)

Por Mário Lopes

Para atenuar os efeitos do isolamento a que grande parte da população mundial está sujeita, o autor de "Like a hurricane" decidiu escancarar gratuitamente o seu monumental museu digital. São horas e horas de singles, álbuns, concertos e filmes acumulados desde o início da década de 1960 até ao presente.


Se a vida tivesse corrido o seu rumo normal, Young estaria em digressão com os Crazy Horse. Impossibilitado de o fazer, tem também gravado curtos concertos caseiros de meia hora onde toca clássicos, raridades ou favoritas dos fãs. Até ao momento, Young divulgou online dois destes concertos. Promete continuar a fazê-los enquanto a necessidade de isolamento se mantiver. Entre 60 anos de arquivos e as novidades vindas da casa no Colorado, teremos muito com que entreter o tempo.