Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Por Sílvia Pereira

"Por humor à música". É este o lema d'O Gesto Orelhudo, festival da d'Orfeu que investe em juntar especialistas na harmonização de comédia e música, com algum teatro, novo circo e burlesco à mistura. A 17.ª edição foi recrutá-los a meia-dúzia de países para uma dúzia de espectáculos.


Para começar, Luciano Gomes discorre em "Musicomédia ou a Vã Piada de a Explicar" sobre a história da comédia e do próprio festival (que lha encomendou), enquanto os espanhóis Yllana e Primital Bros se tribalizam em "The Primitals". No dia seguinte, o Trigo Limpo - Teatro Acert ateia "Fogo!" e a italiana Banda Osiris solta "Le Dolenti Note"; a 12 de Outubro, a Mimo's Dixie Band monta "Circus Time" e os britânicos Bowjangles mostram "Excalibow!"; e, a 13, a dupla anglo-quirguistanesa Barada Street toca "Acrolele" e os franceses Cie Poc fazem malabarismos sonoros em "BPM".

O som do riso é prolongado num café-concerto para rematar cada serão: respectivamente, da dupla Tiroliro & Vladimir (Gimba e Jorge Galvão em modo pré-Afonsinhos do Condado), do "GiraDiscos" de Paulo Meirinhos, da "Tour Vacanal" do grupo De Vacas e do "Bailarico dos Orientes" do Trio Alcatifa.