Guialazer

Eu vou (2 Pessoas vão a este evento)

Por Sílvia Pereira

Depois do desaparecimento de João Aguardela e do registo "Esta Depressão Que Me Anima", A Naifa regressa com um novo álbum de originais e a respectiva digressão.


O disco chama-se "Não Se Deitam Comigo Corações Obedientes" e é composto por 11 canções, todas elas ilustradas das mais diversas formas, em resultado do desafio lançado pela banda a uma série de artistas.

Quando apareceu em 2004, com "Canções Subterrâneas", a Naifa cortou de forma surpreendente todos os preconceitos que ainda pudessem existir em relação ao fado. O sucessor, "3 Minutos Antes de A Maré Encher" (2006), transformou a ousadia inicial num poço de novos rumos. Com "Uma Inocente Inclinação Para o Mal", voltou a fazer das suas (2008).

O projecto de João Aguardela e Luis Varatojo, servido pela voz de Mitó - e, agora, por Sandra Baptista no baixo e Samuel Palitos na bateria -, trouxe à tona o pulsar urbano que existe no fado, construindo atmosferas potencialmente cinematográficas, bandas sonoras para Lisboa e outras cidades, elevadas por ataques de guitarra e derivações electrónicas que apontavam novos rumos a um fado que, finda a audição, deixava de ser (apenas) isso.