Guialazer

Eu vou (0 Pessoas vão a este evento)

Os fãs de Pedro Abrunhosa vão habituar-se a vê-lo com nova banda: Comité Caviar. O estilo musical sofreu mutações, mas não está assim tão "Longe" de outros tempos. Os caminhos do músico portuense vão dar à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão nos dias 28 e 29 de Janeiro.


"Fazer o que ainda não foi feito", nome do primeiro single de "Longe", já deixava adivinhar que os próximos passos rompiam, em certa medida, com o que fizera até então. Os Bandemónio ficaram lá atrás e entrou em cena um Comité Caviar mais virado para as guitarras.

Em palco, alinham ao lado de Abrunhosa Marco Nunes e Paulo Praça (guitarras), Cláudio Souto e Eurico Amorim (teclas), Edgar Caramelo (saxofone), Miguel Barros (baixo) e Pedro Martins (bateria), bem como Patrícia Antunes e Patrícia Silveira nos coros.

Com este Comité Caviar, o músico-poeta tem levado "Longe" a pontos como Espanha, Brasil e Angola, para não falar dos palcos portugueses. E tem feito questão de trazer ao momento actual canções que estarão sempre perto dos fãs, como "Lua", "É preciso ter calma", "Se eu fosse um dia o teu olhar" ou "Eu não sei quem te perdeu". Ao vivo, já se sabe: Abrunhosa é incansável e sabe exibir doses equilibradas de intimismo e energia, sempre em clima de celebração.

S.Pe.(PUBLICO.PT)